domingo, 22 de novembro de 2009

ROSANA-ESPECIAL COMO UMA DEUSA-1987



Biografia e vida artística
Filha do músico Aldo Fiengo, começou a cantar durante os anos 70 na banda de seu pai, a Casanova's. Fortemente influenciada por Elis Regina e Gladys Knight na adolescência, decidiu ser cantora.
Em 1978, ainda na banda do pai e já morando na cidade do Rio de Janeiro, gravou um compacto simples pela gravadora Odeon, com a romântica "Fique um Pouco Mais", que entrou na trilha da novela Pecado Rasgado da Rede Globo e "Muito Independente", em ritmo de discothèque. A banda Casanova's chegou a aparecer numa cena dessa novela, com Rosana como vocalista. Participou ainda de diversos programas de televisão da época, como Globo de Ouro, Chacrinha, Carlos Imperial, Sexta Super, Raul Gil e Almoço com as Estrelas. Em 1981, classificou-se no Festival MPB Shell da Rede Globo com a canção Pensei Que Fosse Fácil (Mas Não É) de Zé Rodrix. Novamente em 1985 participou de outro festival da Rede Globo, o Festival dos Festivais, e interpretou numa das eliminatórias a canção Vidraça. Ainda naquele ano, participa do especial infantil A Era dos Halley de Augusto César Vannucci, cantando ao lado de Guilherme Lamounier a música Luz de Mim de Daltony Nóbrega.
Em 1986, após gravar alguns discos e participar de outros, uma fita com uma gravação daquele que é considerado pela cantora o seu primeiro sucesso da carreira - Nem um toque, foi levada à Rede Globo e acabou inserida na trilha sonora da telenovela Roda de Fogo (1986). Com essa exposição, a música foi exaustivamente executada nas rádios. Rosana então assinou contrato com a CBS/Sony Music (atual Sony BMG) neste mesmo ano, permanecendo neste selo até 1993.
O maior sucesso, porém, ocorreu no ano seguinte, com a canção O amor e o poder, que fez parte da trilha de Mandala (1987), que ficou por várias semanas consecutivas em primeiro lugar nas paradas de sucesso. O primeiro disco, Coração selvagem, que continha esta canção, vendeu mais de um milhão de cópias, rendendo-lhe vários troféus e homenagens.
Ao longo da carreira, gravou mais de doze discos, dos quais oito tiveram execução fora do Brasil, sobretudo na América Latina, contabilizando oito discos de ouro e dois de platina, e também foi convidada para gravar com cantores internacionais e apresentou-se nos principais programas televisivos. Nos anos 90 dedicou-se a gravar projetos especiais privilegiando outros estilos musicais, tais como o rhythm and blues no álbum Doce Pecado, 1990 gravado em Miami(EUA) com produção de Ronnie Foster, releituras de clássicos da MPB (Gata de Rua, 1993, com produção de Roberto Menescal) ou uma incursão pela dance music (Vende Peixe-Se, 1996). Em 1991 Rosana fez vocalize no funk eletrônico Mexa-se, faixa do trabalho de estréia da banda Magrellos, participando do clip do grupo veiculado na MTV e também em programas de tv. Em 1998, nasceu Davi, o primeiro filho, e afastou-se novamente da mídia. Quando se comemorou os 90 anos de Carmen Miranda, fez uma homenagem a ela excursionando com o espetáculo em 1999, com músicas de seu repertório. A cantora também gravou canções para dois filmes da Disney: O Corcunda de NotreDame e Oliver & Sua Turma. Rosana tem como madrinha de carreira a cantora Leny Andrade e é reconhecida como uma das maiores cantoras brasileiras de todos os tempos por nomes consagrados como o cantor e compositor Caetano Veloso, e o produtor musical Max Pierre. No atual Prêmio de Música Brasileira (antigo Prêmio TIM/SHARP)organizado por José Maurício Machline, Rosana é uma das recordista com 9 indicações sendo a última em 2004 pelo álbum Rosana (Moviplay, 2003) e vencedora de 5 prêmio de Melhor Cantora Popular em 1987, 1989, 1990, 1992 e 1994.
Vivendo no Rio de Janeiro, a cantora multiinstrumentista, continua fazendo espetáculos pelo Brasil e exterior, cantando e ainda tocando piano e violão.

Curiosidades
Em sua versão em CD, o álbum Gata de Rua trouxe três faixas-bônus, Revés, Sentado à beira do caminho e As rosas podem falar. Estas não entraram no LP original por problemas de espaço.
Rosana participou de algumas campanhas no estilo We Are The World, entre elas, a campanha contra a AIDS que passou no programa Fantástico, da Rede Globo, em 1987, de nome Viver Outra Vez, autoria de Osmir Neto, ao lado de artistas como Guilherme Arantes, Tim Maia, Erasmo Carlos, Sivinho "Blau Blau" (ex-vocalista da Banda Absyntho), Emílio Santiago, Adriana, Elza Soares, entre outros.
A Pepsi contratou Rosana para gravar um de seus jingles de maior sucesso no início dos anos 80.
A canção Amor Dividido em dueto com o cantor mexicano Emmanuel, do álbum Por donde el amor me lleva, alcançou o terceiro lugar na parada Billboard Latino em 1990, garantindo a cantora uma biografia no site da Billboard.
Em 1995 foi composto o tema de Natal do programa Xuxa Hits (programa musical da apresentadora Xuxa Meneghel), de nome Natal de Todas as Raças, celebrando a paz e o Natal, de autoria dos cantores Edmon Costa (que gravou com Rosana o dueto Se Eu Me Apaixonar, versão do clássico When I Fall In Love, de Nat King Cole) e Rodrigo Ferraz, com o Movimento Black Brasileiro, que teve a presença de cantores do cenário de música black no Brasil, tais como As Sublimes (grupo que tinha como integrante a atriz Isabel Fillardis), Cidalia Castro, Abdullah (vocal de Gabriel, o Pensador, Alexandre Lucas (ex- Banda Fanzine e ex- banda Ebony Vox), Júlio Borges (ex- banda Fanzine, ex- banda Ebony Vox e ex vocal de Flavio Venturini), Alexandre Dantas (ex- Conexão Japeri- a banda que lançou Ed Motta), e os próprios Rodrigo Ferraz (ex- banda Veneza) e Edmon Costa.
A revista Veja foi condenada a indenizar a cantora em R$ 24 mil por danos morais. A Justiça de primeira instância do Rio de Janeiro entendeu que uma reportagem sobre cirurgias plásticas causou-lhe sofrimento.
Em 2006 Rosana recebeu uma grande homenagem aos 20 anos de sucesso (Nem um toque - 1986) no Rio de Janeiro reunindo fãs de todo o Brasil. Nomeado de Festa da Deusa, o evento foi o maior já realizado sobre a cantora no país, com direito a exposição de fotos, exibição de especial de tv, vídeo-clipes e outras perfórmances.
Em 2008 o programa Homenagem ao Artista do apresentador Raul Gil, homenageou a cantora pelo conjunto de sua obra, com depoimentos de nomes como: Leny Andrade, Roberto Menescal, Gringo Cardia, Angela Maria, entre outros.

Discografia
1979 - Fique Um Pouco Mais - (EMI-Odeon) - 100 mil cópias
1983 - Rosana - (RCA Victor) - 30 mil cópias
1987 - Coração Selvagem - (Epic/CBS) - 300 mil cópias
1988 - Vício Fatal / Ao Vivo - (Epic/CBS) - 250 mil cópias
1989 - Onde o Amor Me Leva - (Epic/CBS) - 180 mil cópias
1990 - Por Donde el Amor Me Lleva - espanhol - (Epic/CBS)
1990 - Doce Pecado - (Epic/CBS) - 70 mil cópias
1992 - Paixão - (Columbia/CBS) - 50 mil cópias
1993 - Gata de Rua - (Columbia/CBS) - 20 mil cópias
1994 - Essa sou eu - (Polygran) - 100 mil cópias
1996 - Vende peixe-se - (Natasha Records) - 15 mil cópias
2003 - Rosana - (Movieplay) - 5 mil cópias
Referências
No sítio oficial da cantora informa-se extra-oficialmente que o ano foi 1962 (links acima).



videos de rosana:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário